Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

22/09/2019 - 18:30

Sao Luis: Algumas Nuvens, 27 °C

Tico Santa Cruz é expulso de avião pela Polícia Federal

Tico Santa Cruz é expulso de avião pela Polícia Federal

O cantor Tico Santa Cruz, ex-Detonautas, foi retirado por agentes da Polícia Federal de um vôo da companhia aérea Gol na manhã desta quarta-feira (16) após ser envolvido por funcionários da empresa em uma confusão motivada por assentos da aeronave.

Santa Cruz seguia para Maringá (PR), onde faria um trabalho voluntário e daria palestra em uma faculdade. 

Ao ver que um dos assento que tentara adquirir antecipadamente não havia sido ocupado por nenhum outro passageiro pagante, optou por acomodar-se nele.

"Esperei que todas as pessoas embarcassem para não pegar o assento de ninguém e sentei no assento número 1, que estava vazio. Quando me sentei, uma pessoa da equipe da gol veio me perguntar se ali era meu lugar. O lugar estava vazio. Mas aí disseram que era um assento conforto e que era mais caro", disse o cantor.

A situação foi filmada por passageiros, que chegaram a se posicionar contra o cantor, em função do atraso provocado pela confusão:

Toda a situação demorou em torno de 40 minutos. Segundo Santa Cruz, a única vantagem oferecida na poltrona Conforto é “poder esticar a perna”. 

Ainda no aeroporto de Congonhas (SP), o cantor fez uma transmissão ao vivo por uma rede social para explicar a expulsão do vôo G3 1130.

Por meio de nota, a Gol explicou que “as sete primeiras fileiras das aeronaves da GOL são​ diferenciadas em relação aos demais assentos, pois oferecem espaço ainda maior entre as poltronas e reclinação do assento. Esses assentos estão identificados no mapa da aeronave com cores diferenciadas e podem ser adquiridos por um preço adicional nos canais de venda da companhia ou no momento do check-in”.

A companhia aérea confirmou a confusão e explicou que não poderia “distinguiir” Santa Cruz.

“Durante a manhã de hoje, ​um cliente da companhia, ​o cantor Tico Santa Cruz​, trocou seu lugar de origem e ocupou um desses assentos, após a finalização do embarque. A tripulação do voo orientou o passageiro e pediu que retornasse ao seu ​lugar, já que não havia adquirido esse produto. ​A recusa do cliente​ gerou atraso na decolagem do voo​ e ​necessidade de ​acionamento da Polícia Federal. A companhia reforça que não faz distinção entre passageiros e ​pratica as mesmas normas ​​para todos os clientes. A GOL lamenta o desconforto, alheio a sua vontade, causado aos ​demais clientes​.”

 

 

 

 

 

 

 





Enquete

Você é a favor da Reforma da Previdência?:

 

E-mail:

greg