Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

11/12/2018 - 07:34

Sao Luis: Pequenas Nuvens, 23 °C

Torres de transmissão da Rádio Capital são destruídas no Parque Timbiras

Torres de transmissão da Rádio Capital são destruídas no Parque Timbiras

Um grupo de cerca de 30 pessoas armadas com facões e pedras invadiram as instalações do terreno da Rádio Capital AM, no bairro Parque Timbiras, em São Luís, na madrugada da quarta-feira (25).

Além de atearem fogo, as torres de transmissão foram derrubadas e a rede elétrica destruída. Após os atos de vandalismo, famílias começaram a construir barracos no terreno.

A direção da rádio esteve no local e também registrou um Boletim de Ocorrência. Por meio de nota, eles lamentam o corrido e classificam ato como de selvageria.  O prejuízo com as depredações já soma mais de R$ 200 mil reais. 

A rádio também já ingressou com uma ação judicial para obter de forma legal a reintegração de posse. Segundo a direção, outras medidas estão sendo tomadas, inclusive junto a Polícia Federal, para investigar o ocorrido. A área é uma concessão pública e, portanto, não poderia ser invadida.

Por conta da destruição, a rádio ficou fora do ar, mas providências estão sendo tomadas para retomar suas transmissões.

Mais informações na reportagem abaixo:

NOTA DA ABERT

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) repudia a atitude do grupo que depredou os transmissores da Rádio Capital AM, em São Luís (MA), na madrugada de quarta-feira (25).

Um grupo de aproximadamente 30 pessoas, portando facões e pedras, invadiu o terreno da Rádio Capital, onde funcionavam os equipamentos de transmissão. Além de atearem fogo, as torres de transmissão foram derrubadas e a rede elétrica destruída.

É lamentável que pessoas, independentemente do seu propósito, venham a perpetrar atos de violência em detrimento da integridade patrimonial de uma concessionária de serviço público.

A ABERT repudia qualquer ação arbitrária que atente contra a liberdade de imprensa e o pleno funcionamento da radiodifusão. A Associação espera, ainda, a rigorosa apuração dos fatos e a punição dos responsáveis.

Paulo Tonet Camargo
Presidente

 





Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:

 

E-mail:

greg