41º Festival Guarnicê de Cinema é aberto no Teatro Arthur Azevedo | SuaCidade.com

suaCidade

São Luís

19/08/2018 - 07:22

Sao Luis: Algumas Nuvens, 26 °C

41º Festival Guarnicê de Cinema é aberto no Teatro Arthur Azevedo

41º Festival Guarnicê de Cinema é aberto no Teatro Arthur Azevedo

Com o tema “tElas: protagonismo feminino no audiovisual” foi realizada a cerimônia de abertura do 41º Festival Guarnicê, nesse fim de semana, no Teatro Arthur Azevedo. 

Para esta edição, foram selecionadas 38 produções em longa e curta metragem, inclusive uma delas originária de Lisboa, Portugal. As exibições ocorrem até o próximo sábado, 16, no Centro Histórico de São Luís, com programação aberta ao público.

Programação

Foram mais de 400 filmes inscritos, selecionados pela curadoria, formada pelo cineasta Arturo Saboia, o professor do Curso de Comunicação Social da UFMA Carlos Benalves; a produtora do Festival Guarnicê, Thais Fonseca Nunes; a diretora do Anima Mundi, Aida Queiroz (RJ); e pelo realizador e produtor cultural Roberval Duarte (RJ).

A Mostra Competitiva Nacional de Curtas conta com 18 filmes do Maranhão, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Tocantins, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além da produção portuguesa.

A Competitiva Nacional de Longas lista seis produções do Distrito Federal, Maranhão, São Paulo e Pernambuco. Dois curtas e um longa maranhenses foram selecionados para as competitivas nacionais por sua qualidade técnica e artística notável, segundo informaram os curadores.

A Mostra Competitiva Guarnicê de Filmes Maranhenses terá os longas ‘Jangada’, de Luís Mário Oliveira, e ‘No Palco Com Aldo Leite’, de Inaldo Lisboa; e os curtas: Você é Diferente, de George Pedrosa; Um Toque de Aurora, de Aditya J. Patwardhan; José Louzeiro: depois da luta, de Maria Thereza Soares; A Capataz, de Daniel Drummond; Foi-se, de Adriano Pinheiro; Marina, de Taciano Dourado Brito; De Dentro Para Fora, de Manuela Farias; Avesso, de Francisco Colombo; Ao Redor da Musica, de Joaquim Haickel e Markim Araújo; Tristura, de Márcio Dantas Alves da Silva; Almir Valente, de Beto Matuck; e o curta Não é Permitido Sair Com Flores, de Leandro Guterres.

O festival é uma realização da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (DAC-Proexce), com apoio de organizações públicas e empresariais.

Clique aqui e confira a programação completa.





 

 

 

Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:


E-mail:

greg