Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

15/09/2019 - 05:46

Sao Luis: Céu Limpo, 26 °C

Hospital Carlos Macieira amplia permanência de acompanhante na UTI

Hospital  Carlos Macieira amplia permanência de acompanhante na UTI

O Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM), que integra a rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), reformulou a proposta de acompanhamento durante o período de internação de pacientes na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Chamada de UTI Humanizada, a iniciativa proporciona conforto e segurança ao paciente que, agora, tem ao seu lado acompanhante por um período de 12 horas.

A reformulação segue uma proposta de trazer o aconchego do lar para dentro do ambiente hospitalar. A permanência do acompanhante por um período maior traz mais confiança no sucesso do tratamento para todos os envolvidos, desde paciente, acompanhante e médicos. Anteriormente, a permanência era apenas no período de visitação.

“Iniciamos com extensão para um período de 12 horas para adaptarmos nossa equipe e unidade às necessidades do acompanhante. Estamos em curva de aprendizado e em breve poderemos oferecer acompanhamento 24 horas em todas as UTIs do HCM. O processo de humanização leva tempo, mas, depois de consolidado, garantirá benefícios como a diminuição do tempo de sedação e o acompanhamento simultâneo de um familiar na evolução do quadro clínico do paciente”, disse o diretor geral do HCM, Edilson Medeiros.

Natural de Coroatá, Alessandra Campos acompanha a sogra na UTI, acometida de um acidente vascular cerebral (AVC) há pouco mais de um mês. Para ela, o sistema de humanização foi uma grata surpresa.

“Sabemos que o HCM é uma unidade de referência e chamou a atenção de todos os familiares que poderíamos ficar com ela durante todo o período, não apenas nas visitas. A equipe multiprofissional também presta todo o amparo e tudo isso contribui para a melhora do quadro de saúde dela”, compartilhou.

Benefícios

Inicialmente, o hospital iria aderir ao acompanhamento com duração de seis horas, mas viu-se ser mais positivo implantar o sistema de 12 horas. A escolha de quem ficará com o internado é critério dos familiares, todavia é preciso atender a algumas exigências hospitalares também.

Entre as exigências está a de manter as mãos sempre higienizadas antes e depois de entrar em contato com o paciente; informar à equipe da UTI quando houver necessidade de usar o banheiro; bem como não portar alimentos no local. Importante também saber evitar barulhos, assim como o uso de eletrônicos como celulares e notebooks, pois a intenção é que o paciente seja assistido pela pessoa voluntariada durante todo o tempo.

De acordo com Luís Fernando Amorim Ramos Filho, diretor clínico do Hospital Dr. Carlos Macieira, com a humanização, prioriza-se o bem-estar do paciente. “A presença de um acompanhante que seja familiar ao paciente diminui a ansiedade e situações estressoras, provocando o aumento da confiança e da resposta positiva ao tratamento”, disse.

Para a médica e integrante da equipe de apoio da Comissão de Humanização do HCM, Rosemarie Moraes Salazar, a ideia é que se olhe para o paciente além da doença. “O afeto também é remédio e os benefícios são mútuos. A humanização desmistifica a ideia de que aqui é um local onde todos estão prestes a morrer. É preciso lembrar que o doente não é a doença, é um ser humano que possui relações interpessoais e, enquanto ele estiver no hospital, elas devem ser mantidas e fortalecidas”, enfatizou.

O serviço de UTI Humanizada atende todas as alas, seja cirúrgica, pediátrica ou adulta. A equipe multiprofissional que atende no setor é composta por médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, serviço social, nutricionista e fonoaudiólogo.

Sobre o HCM

O Hospital Dr. Carlos Macieira atende pacientes regulados e possui 48 UTIs do tipo Adulto e nove do tipo Pediátrica. A unidade possui serviços de internação hospitalar nas especialidades de Cirurgias Geral e Especializada com e sem OPME, Clínica Médica e Especializada. Também são ofertados atendimentos em Cardiologia, Cirurgia Cardiovascular, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Cirurgia Geral, Cirurgia Ginecológica, Cirurgia Plástica e Reparadora, Cirurgia Torácica, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Dermatologia, Endocrinologia, Nefrologia, Neurocirurgia, Neurologia, Nutrologia, Pneumologia, Proctologia, Urologia, Hemodinâmica e Radiologia Intervencionista.

Com informações do Governo do Maranhão.

Foto: Reprodução.





Enquete

Você é a favor da Reforma da Previdência?:

 

E-mail:

greg