Servidores do Incra fazem paralisação na manhã desta quarta-feira (30)

Servidores do Incra fazem paralisação na manhã desta quarta-feira (30)

Servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) realizaram hoje (30), paralisação de suas atividades com o objetivo de chamar a atenção do Governo Federal e da sociedade para os problemas que atualmente dificultam a atuação do órgão na execução da política de reforma agrária.

Durante toda a manhã os servidores ficaram concentrados na entrada do prédio e não houve expediente no órgão. O movimento dos servidores contou com o apoio do Movimento das Comunidades Quilombolas (Moquibom) que participou da manifestação com falas de apoio e com apresentação de tambor de crioula.

De acordo com o presidente da Associação dos Servidores do Incra (Assincra). Rui Alcides dos Santos, essa paralisação reivindica não somente o aumento salarial, mas também uma melhoria na estrutura física e no quadro de pessoal do órgão. “Essa paralisação faz parte de um movimento nacional para fortalecimento do Incra”, esclareceu.

Mais Reivindicações

Outro ponto de reivindicação dos servidores é a reestruturação da Fundação de Assistência à Saúde dos Servidores do Incra (Fassincra) que atualmente passa por uma crise que pode chegar à sua extinção.

Em relação à questão salarial, os servidores buscam a equiparação com a tabela do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Quanto à estrutura física, eles solicitam melhorias no espaço físico e aquisição de equipamentos necessários para execução dos trabalhos. E por fim, a nomeação dos aprovados no último concurso e a realização de novos concursos para suprir a defasagem ocasionada pelo elevado número de aposentadorias no órgão.